A iluminação vem ganhando destaque nos ambientes das casas mais modernas e apresentando tendências que variam, tanto na forma, como na intensidade para cada ocasião.

Em algumas casas, a iluminação varia de acordo com o cômodo e com a ocasião. Por exemplo, na sala de estar, se for um clima para ver um filme em família, a iluminação será menos intensa. Se no mesmo ambiente, no entanto, for receber alguns amigos, a intensidade da luz aumenta.

Pensando nisso, resolvemos abordar as tendências de iluminação no mercado imobiliário e o futuro da iluminação com o passar dos anos, acompanhando cada vez mais o mercado tecnológico.

Smart Homes e a automação da iluminação

Como falamos acima, cada vez mais a iluminação deve permanecer em contato com a tecnologia e, por isso, as Smart Houses (casas inteligentes) passam a ganhar cada vez mais espaço.

Aliando praticidade, modernidade, economia e segurança, ambientes com iluminação automatizada são a alternativa que mais cresce no mercado. Por meio de sensores ou aparelho celular, é possível regular a intensidade da luz e, com auxílio de sensores, ligar a desligar a luz em determinado ambiente sem nenhum comando.

Essas práticas, por mais simples que sejam, apresentam um grande diferencial em segurança e, principalmente, em economia de energia.

Rasgos de luz no gesso

Os rasgos de luz, tanto na parede quanto no teto, são muito comuns em ambientes feitos com gesso. A forma de iluminação traz um ar mais luxuoso e vem se tornando um pedido recorrente em quem compra uma casa ou apartamento novo.

Esse projeto de iluminação geralmente dá um toque de requinte e é escolhido para salas de estar, salas de jantar e também em quartos.

Iluminação focada

Iluminação com foco em determinado ângulo faz com que a claridade do ambiente seja feita de forma indireta e traz um ar mais intimista para os ambientes. Locais onde se trabalha com escritório ou em salas de reunião esse tipo de iluminação é bastante comum.

Humor conforme a luz

Citamos ainda neste artigo que, dependendo da ocasião, a iluminação do ambiente pode mudar e, por isso, vamos trazer alguns exemplos de diferentes iluminações.

Luz mais quente: Geralmente para trazer um ar mais íntimo e reservado para os ambientes, é uma pedida bastante comum em salas de estar e quartos, principalmente;

Luz neutra: Mais comum em ambientes da casa como banheiros e hall de entrada, por exemplo, é escolhido para apresentar ambientes de pouca convivência e locais onde, geralmente, não se fica por muito tempo;

Luz fria: Geralmente a iluminação mais forte entre as três, é utilizada para áreas de festa, cozinha e garagem, para dar mais vida para esses ambientes. No caso da cozinha e da garagem, por segurança, é interessante ter uma iluminação mais forte.

Agora conta pra gente, a sua casa tem alguma inovação na iluminação? Se não, que tal fazer essa mudança agora? Conte com o nosso time para te ajudar nessa missão.

Se gostou do conteúdo, compartilhe por aí!

Open chat
Precisa de ajuda?